1 set

Próximo passo será produtor ter uma garantia de receita, quase como um hedge
A criação do Fundo de Catástrofes para o seguro rural também deve trazer benefícios indiretos para o mercado, como a criação de novos produtos e coberturas.Hoje, existem apólices que dão garantia de produtividade para ao produtor. O próximo passo é ter também uma garantia de receita

“É uma cobertura vinculada ao preço do produto, quase um hedge de mercado futuro”, compara Glaucio Toyama, diretor de agronegócios e seguros especiais da Mapfre.

Atualmente, as apólices de seguro agrícola garantem o custeio, ou seja, se o agricultor perder sua produção a seguradora paga o quanto ele gastou para produzir. Uma evolução disso seria cobrir também a renda que se perde com a falta de produção, dizWady Cury, diretor técnico da Aliança do Brasil. Ele explica, porém, que é difícil precificar esse tipo de risco. “Em uma super safra, não há indenização por perda de produção, mas há perda de preço de variação de mercado, já que produção grande faz os preços caírem. Já em uma catástrofe, há queda de produção, mas por outro lado os preços disparam”, explica Cury.

O fundo também serve de catalisador de novos produtos, pois prevê a criação do núcleo de estudos, órgão que será responsável pelo desenvolvimento de projetos de pesquisa na área, metodologia de avaliação de perdas e programas de especialização e formação de peritos, o que contribui para uma melhor precificação e tarifação do risco agrícola.

Data: 31.08.2010 – Fonte: Brasil Econômico | Finanças | BR

Popularity: 1% [?]



About the Author: Garra Seguros
Especialista em seguros (31)4103-4652




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>