30 mar

A revisão de contratos administrativos da Assembleia Legislativa, coordenada pelo 1º secretário, deputado Plauto Miró (DEM), garantiu a redução de 44,67% no valor do seguro dos três prédios que abrigam o Poder Legislativo, em Curitiba. No pregão eletrônico n.° 003/2011, realizado no último dia 17, a Assembleia contratou o serviço por 12 meses a um preço de R$ 43 mil, totalizando uma parcela mensal de R$ 3.583,33. Na contratação anterior, ocorrida em 4 de dezembro do ano passado, a Casa pagou R$ 19.425,62 por três meses de cobertura, o que resultou no valor mensal de R$ 6.475,21.
Plauto Miró explica que a redução de gastos têm sido uma das prioridades da atual Mesa Executiva, que assumiu o comando da Assembleia no último dia 1º de fevereiro. “Estamos revisando todos os contratos mantidos pela Casa com fornecedores e prestadores de serviços. Os contratos vencidos estão sendo licitados e todos aqueles que ainda estão em vigor estão sendo renegociados.”
Ordenador de despesas e responsável por um orçamento de R$ 324,4 milhões da Assembleia Legislativa, o deputado lembra que dos 36 contratos existentes na Casa, 18 estão vencidos, sendo que destes, dois foram extintos (prestação de serviços e materiais fotográficos). A Assembleia também economizará com o fim do pagamento de dois contratos que existiam para a remoção de lixo orgânico e que passa agora a ser feita pela Prefeitura de Curitiba.
Entre os contratos ainda vigentes, que foram renegociados e resultaram em mais economia para a Assembleia, há ainda o da Copy-Fax Soluções. Pelo contrato, que ainda vencerá no próximo mês de setembro, a Casa pagava R$ 17.625,00 por mês para uma franquia de 375 mil fotocópias. Como a Assembleia não chega a utilizar tal quantidade, Plauto Miró negociou a redução da franquia, que passou para R$ 7.050,00, com limite de 150 mil cópias mensais.
A abertura de um edital, no último dia 18, também garantirá a redução de custos com a compra de passagens aéreas e terrestres. O serviço passará a ser oferecido pela empresa Web Trip, com desconto de 6,55% sobre as tarifas. O contrato anterior, vencido no último mês de janeiro, era firmado com a empresa Trípoli, que oferecia um desconto de 1% sobre as tarifas e acabou sendo desclassificada no novo processo de licitação, por não atender exigências do edital.
Segundo o 1º secretário, a Assembleia gastou em 2010, R$ 14 milhões com a contratação de serviços, valor que deve ser reduzido este ano . “Essa redução de valores ajudará na economia que a Assembleia pretende atingir. Nossa meta é devolver ao Poder Executivo todo o dinheiro que sobrar nos cofres da Casa. Esses recursos serão mais úteis ao Governo do Estado que poderá usá-los em projetos que atendam a população, principalmente nas áreas da saúde, educação e segurança”, diz.

Fonte: O Portal. PR

Popularity: 1% [?]



About the Author: renato




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>