23 jun

O governo do Paraná e a Companhia de Seguros Aliança do Brasil, do Banco do Brasil, assinaram novo contrato para o programa de subvenção ao prêmio do seguro rural para o trigo, válido para a safra 2010. Conforme o acordo, firmado nesta terça-feira (22), durante a Escola de Governo, estão assegurados R$ 3,5 milhões da Agência de Fomento do Paraná.

Assinaram o contrato o secretário chefe da Casa Civil, Ney Caldas, o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Erikson Camargo Chandoha, o superintendente estadual do Banco do Brasil, Paulo Roberto Meinerz, o diretor técnico da Companhia de Seguros Aliança do Brasil, Wady José Mourão Cury, e o presidente da Agência de Fomento do Paraná, Murilo Schimidt.

Chandoha destacou que o credenciamento está aberto para outras seguradoras interessadas em fazer essa parceria com o governo do Paraná. “Este contrato foi apenas o primeiro”, disse o secretário. Esta semana, também está sendo contratada a seguradora UBF Seguros. Já retiraram o editado de credenciamento também a Allianz Seguros e a Nobre Seguradora do Brasil, que estão em fase de apresentação de documentação para credenciamento e posterior contratação.

PRODUÇÃO – O Paraná é o maior produtor de trigo do País e estima para a safra deste ano 2,96 milhões de toneladas, volume equivalente a 57% da produção nacional do grão. Para o secretário, as lavouras de trigo estão entre as mais belas do Paraná, sendo de um verde intenso durante o desenvolvimento da cultura e de um amarelo brilhante, que transmite a riqueza, durante a colheita.

Chandoha falou da importância do trigo, lembrando que, em pleno século XXI, o trigo continua alimento primordial para a humanidade, representa 30% da produção mundial de grãos e oferece cerca de 20% das calorias que a população mundial consome todos os dias.

O Paraná é pioneiro em fazer a subvenção ao prêmio do seguro do trigo e é o único que mantém esse programa, que reduz custos da produção para melhorar a margem dos triticultores. O programa incentiva a produção de trigo de classe superior, contribuindo para o País reduzir gastos com importação e custos com renegociações de dívidas com perdas do trigo em decorrência de eventos climáticos como seca, geada, excesso de chuvas, granizo e ventos fortes.

INDENIZAÇÕES – Segundo o secretário da Agricultura, o Paraná pagou R$ 2,4 milhões em indenizações da lavoura plantada no ano passado, que beneficiaram 1.600 produtores. Com o dinheiro da subvenção ao prêmio, eles saldaram os financiamentos de custeio das lavouras. Chandoha salientou que terá acesso à subvenção estadual ao prêmio do trigo os triticultores que formalizarem os contratos de seguro também a nível federal.

Chandoha explicou que a subvenção ao prêmio do seguro do trigo do governo do Paraná complementa a subvenção do governo federal, que é de 70%. O governo estadual concede 15% e estende a subvenção para mais 15% para quem tem o trigo irrigado, totalizando 100% de subvenção ao prêmio do seguro para os produtores paranaenses. O produtor que já se beneficia do Programa de Irrigação Noturna (PIN) pode também se beneficiar da totalidade da subvenção, acrescentou.

Chandoha lamentou a dificuldade de comercialização e de armazenamento do trigo nacional. Segundo ele, ainda há trigo de safras passadas estocado em armazéns e ele pediu um esforço dos componentes da cadeia produtiva para que não ocorram condições desfavoráveis de armazenamento durante a colheita da safra deste ano.

O secretário tem a expectativa de que a safra de trigo de 2010 seja colhida com alta produtividade e qualidade para compensar o esforço dos produtores e, minimizar os impactos dos preços de mercado que estão aquém do esperado pelos triticultores.

Data: 23.06.2010 – Fonte: Seguro em Pauta

Popularity: 1% [?]



About the Author: Garra Seguros
Especialista em seguros (31)4103-4652




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>