18 jan

A seguradora Cesce Argentina, antiga Companhia Argentina de Seguros de Crédito à Exportação (Casce), pretende crescer 30% em 2012. A informação é do diretor geral da empresa, Luis Imedio, que espera acumular aproximadamente 25 milhões de pesos em prêmios neste ano, somando seguros de crédito e garantia.

“Mesmo com a elevada inflação do País, estimamos um aumento de 30% nas vendas e ganho de 4% de market share até dezembro. Desde 2004, quando o Grupo Cesce incorporou como acionista, realizamos investimentos em desenvolvimento tecnológico e novos profissionais”, diz Imedio.

O diretor geral da companhia, uma das sete empresas do Grupo Cesce na América Latina, explica que o mercado doméstico tem maior volume de transações, devido à incorporação de novos setores. Segundo ele, de junho de 2010 a julho de 2011, Cesce Argentina somou 11,3 milhões de pesos em prêmios de seguro de crédito no mercado que supera 400 apólices deste serviço.

Em 2011, depois de 45 anos no mercado, a troca de marca da empresa foi oficialmente homologada pela Superintendência de Seguros da Nação, com o objetivo de fortalecer a imagem do grupo acionista, um dos líderes em seguros de crédito e garantia na América Latina, além de facilitar a identificação dos serviços a clientes nacionais e multinacionais. “Algumas não sabiam que o Grupo Cesce tinha uma companhia na Argentina. Por isso, optamos por utilizar uma marca que nos identifique, assim como Cesce Brasil e Cesce Chile”.

A empresa modificou os procedimentos e estruturas internas para proporcionar um melhor atendimento aos clientes através da plataforma Cesnet, que integra o sistema de administração e controle de riscos interconectado com as outras empresas do Grupo, permitindo o acesso online do usuário para consulta e administração da apólice.

“Quando o cliente contrata Cesce Argentina sabe que está trabalhando com um grupo presente em vários países e que o serviço pode ser estendido a qualquer um deles. O atendimento global para companhias que operam em vários países se transformou em um requisito no momento em que o cliente analisa a oferta de serviços da seguradora. Estamos fortes no mercado”, avalia.

Fonte: Monitor Mercantil.

Popularity: 1% [?]



About the Author: renato




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>