29 out

No acumulado do ano, o seguro de vida individual atingiu R$ 706,7 milhões, alta de 37,97%, na comparação aos R$ 512,2 milhões registrados no mesmo período do ano passado. O maior volume de vendas de seguros de vida individual deve-se ao aumento de renda e à oferta de crédito, principalmente para as classes C e D, que ascenderam e estão tendo mais acesso ao consumo. Os dados são da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), associação que representa empresas de vida e previdência. Os números consolidados têm como base as informações coletadas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep). O levantamento não inclui o VGBL, considerado para esse fim como plano de caráter previdenciário, por possuir cobertura por sobrevivência. Segundo a FenaPrevi, os seguros prestamistas cresceram 20,56% no acumulado e movimentaram R$ 2,1 bilhões, enquanto no mesmo período do ano anterior fora de R$ 1,7 bilhão. Outro seguro que também expandiu foi o de acidentes pessoais coletivo. Tal modalidade de seguro acumulou R$ 1,6 bilhão e cresceu 20,45% na comparação aos R$ 1,3 bilhão do ano passado. Em relação a sinistros retidos (equivalente ao sinistro pago na integralidade, menos descontos de cosseguro cedido, resseguro cedido e outros descontos, mais retrocessão aceita), o volume desembolsado pelas seguradoras no acumulado de janeiro a agosto de 2010 foi de R$ 3,1 bilhões, alta 7,38%.

Quanto ao ranking das seguradoras no acumulado de janeiro a julho no segmento de seguros de pessoas, a Bradesco ocupa o primeiro lugar, com 17,00%; seguida pela Itaú (15,64%); Companhia de Seguros Aliança do Brasil (10,25%); Santander (9,30%); Mapfre (7,50%); HSBC (4,35%); Metropolitan Life Seguros e Previdência (4,03%); Caixa Seguros (3,82%), Sul América (2,87%); Tokio Marine (2,84%). As demais seguradoras representaram 22,40% dos prêmios de seguros. Foram considerados, para este ranking, as holdings, informa a FenaPrevi.[3]

Na avaliação mensal, o mercado de seguros voltado para pessoas movimentou R$ 1,3 bilhão, crescimento 15,29% em relação a agosto de 2009. O seguro de vida individual registrou R$ 101,6 milhões no mês, com crescimento de 63,69% na comparação aos R$ 62,1 milhões registrados no mesmo período do ano anterior. Na avaliação mensal, o seguro de acidentes pessoais coletivo expandiu 22,98% e movimentou R$ 213,9 milhões. Já os seguros prestamistas e turístico registraram R$ 292,1 milhões e R$ 3,5 milhões, respectivamente.

Fonte: Fenaseg

Popularity: 1% [?]



About the Author: Garra Seguros
Especialista em seguros (31)4103-4652




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>