7 jun

A partir de hoje, a cobertura mínima obrigatória que os planos de saúde devem oferecer ganhará 73 novos procedimentos – 57 para os convênios médicos e 16 para os convênios odontológicos.

O novo rol foi aprovado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) em janeiro, mas entra em vigor só agora.

A medida beneficia os 43,7 milhões de usuários que contrataram planos (sejam eles coletivos ou individuais) a partir de janeiro de 1999. Para os outros 10,4 milhões que têm planos de saúde mais antigos, vale o que está escrito no contrato.

Atendimento psiquiátrico ilimitado em casos graves e a possibilidade de internação domiciliar estão entre as novidades da nova lista. Nos planos odontológicos, os principais benefícios são a colocação de bloco dentário e coroa.

O beneficiário dos convênios médicos também vai poder contar com um maior número de consultas com psicólogos, terapeutas, fonoaudiólogos e nutricionistas por ano (veja mais ao lado).

Mas para que o cliente do plano possa se valer deste benefício, o tratamento precisa ser receitado por um médico, que especificará a quantidade necessária de consultas.

Outra restrição imposta pela ANS para todos os procedimentos listados no novo rol é que o cliente não pode ter contratado o plano recentemente, já sabendo que era portador de alguma doença que exija a utilização dos novos serviços.

Afinal, o novo rol foi divulgado em janeiro. Se for comprovado que o usuário já tinha ciência do problema, terá de cumprir 24 meses de carência.
Fonte: JT

Popularity: unranked [?]



About the Author: Garra Seguros
Especialista em seguros (31)4103-4652




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>