27 jun

Lembramos aos nossos leitores que o texto abaixo pode ser lido na  integra aqui ,a  matéria de  Tiago Figueiredo Silva   publicada em  27/06/2010  18:45 no site.

  Trata-se de um seguro comercilizado em Portugal, aqui no Brasil nossa realizade é bem difrente, temos alguns produtos que tem como publico alvo estudandes a exemplo do Educaprevi , da Sul America.

Vejamos a matéria :

Sem custo de apólice, o Escolaridade Garantida custa entre 3 euros e 222 euros.

O desejo de ter um filho numa escola que ocupe o topo do ‘ranking’ nacional ou colocá-lo na melhor universidade do país é, para muitos pais, um sonho difícil de concretizar. Além de um orçamento familiar apertado, as despesas com propinas e livros podem revelar-se um pesadelo. Contudo, para os pais que queiram ter “nota positiva” junto dos filhos e proteger a sua educação, a solução poderá estar no seguro Escolaridade Garantida.

Lançado pela MDS, o produto foi desenhado para suportar todas as despesas de educação, em caso de falecimento e invalidez dos encarregados de educação, podendo também cobrir casos de desemprego ou incapacidade temporária. Em termos de encargos, não existe qualquer custo de apólice. Já o valor do prémio anual varia em função do número de anos de escolaridade contratada e com o grau de ensino.

Deste modo, para a cobertura dos primeiros anos de escolaridade ou para a escolaridade completa (até ao 12º ano), o montante do prémio anual oscila entre os 3 euros e os 222 euros. Na prática, se pretende garantir que o seu filho de 5 anos termine a infantil na mesma escola terá de desembolsar 3 euros por ano. Mas se o seu rebento já está a caminho da Universidade ou se pretende regressar à vida académica para tirar ou acabar o seu curso, o custo varia entre os 50 euros e os 190 euros anuais.

Tal como o prémio, o montante do capital coberto depende das coberturas escolhidas e do ano de escolaridade, variando entre os 3 mil e os 90 mil euros. Como coberturas-base, o seguro inclui a morte e a invalidez absoluta e definitiva, sendo possível contratar as coberturas opcionais de invalidez para qualquer profissão e de desemprego involuntário ou incapacidade temporária. Além de abranger todos os ciclos de escolaridade, incluindo o universitário, quer sejam públicos ou privados, o seguro cobre qualquer pessoa até aos 65 anos, tendo como idade limite de adesão os 55 anos.

 

Apesar de ser apenas comercializado junto das escolas, a directora da MDS prevê “para muito breve o início da sua comercialização junto dos particulares”. Ana Mota revelou que “já foram estabelecidos vários contactos e confirma-se o interesse das instituições de ensino, mas não há ainda contratos activos”. Tendo em conta que as férias de Verão já começaram, Ana Mota espera que “as adesões se concretizem mais próximo da abertura do ano lectivo. Mas a aceitação tem sido muito positiva”.

Os pais que pretendam minimizar o impacto de uma possível fatalidade, e garantir a continuidade do ensino, já não têm desculpa para não fazer os ‘TPC’ e escolher a solução mais adequada para o futuro dos seus filhos.

Popularity: 1% [?]



About the Author: Garra Seguros
Especialista em seguros (31)4103-4652




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>