30 jun

Produtores da agricultura familiar, cadastrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), terão acesso a uma nova modalidade do Seguro da Agricultura Familiar (Seaf), voltada para as operações de investimento. A novidade, já está disponível para a safra 2010/2011, e foi divulgada nesta segunda-feira (28) pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Trata-se do Seaf Investimento, que oferece uma cobertura de renda para garantia do pagamento das prestações de investimento do Pronaf e cobre, assim como no custeio, estiagem, chuva excessiva, granizo, geada, ventos fortes, variação excessiva de temperatura e outros eventos agroclimáticos. Operações de investimento já existentes, contratadas após 1º de julho de 2007, também poderão ter a cobertura do novo seguro. A medida foi aprovada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), no último dia 10, e vai vigorar a partir de 1º de julho, com o início na nova safra agrícola.

Segundo o secretário de Estado de Desenvolvimento Rural (Seder), Jilson Francisco da Silva, o seguro direcionado para a agricultura familiar há tempos é discutido pelo setor. Conforme ele, a atividade, que reúne assentados e pequenas propriedades do Estado, carece de programas que auxiliem o produtor em situações de crise. Ele ressalta que, embora Mato Grosso tenha um clima mais ameno, é necessário que a agricultura familiar tenha algo como garantia de que não irá faltar renda se houver problemas. Essa estabilidade no clima, destaca a região mato-grossense como de baixo risco.

De acordo com ele, essa característica deve fazer com o que preço do seguro seja mais em conta no Estado. O secretário acredita que a adesão dos produtores mato-grossenses será expressiva. “Se preciso for iniciaremos uma campanha para que o produtor conheça os benefícios do seguro”. Conforme Silva, há em Mato Grosso entre 140 mil a 150 mil agricultores familiares que são responsáveis em 99% pela produção dos 2 milhões de litros de leite por dia. Além disso, o secretário da Seder destaca a participação dos pequenos produtores na criação de gado, que em relação ao Estado representa aproximadamente 46% do rebanho bovino mato-grossense, somando 12 milhões de cabeças.

A adesão do agricultor familiar ao Seaf Investimento é opcional e será realizada no momento da contratação do financiamento de custeio agrícola junto ao agente financeiro. Atualmente, o Seaf cobre diversas culturas, cuja variedade a cada ano vem sendo ampliada, devendo chegar a aproximadamente 40 culturas na safra 2010/2011.

Autor: A Gazeta    29 de junho de 2010 – 08:09h

Popularity: unranked [?]



About the Author: Garra Seguros
Especialista em seguros (31)4103-4652




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>